Depoimento por Carol Soreli: Uma história de vida

Atualmente recebo dezenas de e-mail sobre pessoas querendo começar a trabalhar no segmento artístico e procurei ao longo de quase seis anos dar dicas, ensinar alguns atalhos, indicar locais para aprimoramento e confesso que fui bastante resistente ao entrar no mérito "Carol Soreli". Sim, por trás da loja e do blog existe um ser humano que lutou uma via inteira e, talvez por não querer me expor ou por egoísmo mesmo, não contei a minha história para vocês. Hoje resolvi me despir literalmente pois cheguei a conclusão que as dicas são ótimas para quem está começando mas o incentivo e o depoimento de alguém da área pode ampliar tudo o que você já viu no mundo colorido e sair desse blog hoje acreditando que vale a pena seguir em frente. Obs: Escrevi para aquelas pessoas que não acreditam mais, estão sem esperança. Estou feliz, não me causou sofrimento relatar, fiz puro e simplesmente para passar uma mensagem de esperança.  Pelo amor hein? Alegria não falta aqui. Acontece que um dia eu pedi em silêncio a cura e jurei que um dia contaria minha história, essa postagem é a realização de uma promessa.

Para ler na íntegra clique aqui!

7 comentários:

Patricia Molina disse...

Fiquei muito emocionada Carol com seu relato, chorei várias vezes. Você é uma inspiração!
bjkas da Paty

LucianaW disse...

Amiga, que linda história e nem peciso dizer o quanto te admiro pela garra e coragen, pelos ensinamentos e carinho.
Fico feliz por vc e te desejo o melhor de tudo.
Seja feliz sempre e conte comigo!
Bjokas

Elizabeth Roessle disse...

Minha querida sua historia é maravilhosa, sua família é linda e vc um espetáculo de pessoa amei ler cada palavrinha sua, passei a admirar ainda mais, que Deus continue abençoando você...um grande abraço!!!!

Angela disse...

Carol, que depoimento lindo. Fiquei muito emocionada. O que posso dizer, é que na vida passamos por muitos obstáculos e muitos deles são realmente muito difíceis, e cabe a nós decidirmos se paramos ou seguimos em frente. Você mostrou que queria seguir em frente, e hoje tem uma família linda, um trabalho que te faz feliz, e isso não tem preço. Fico muito feliz em conhecer um pouco mais da sua vida e do seu trabalho, agradeço muito as dicas que você divide aqui no blog e falo de coração, que sou sua fã.
Beijo grande.

Paty disse...

Carol, fiquei muito emocionada com seu depoimento... e que ódio que me deu dessa sua madrasta... mas fique tranquila... o dela tá guardado... tbm passei muita raiva com madrastas... e meu pai me decepcionou muito... tanto que qdo ele teve câncer não estávamos conversando e 2 dias antes de morrer tivemos uma conversa que falei de tudo... mesmo sabendo que talvez ele não lembrasse de mais nada depois de 5 minutos... só consegui perdoa-lo em um retiro da Igreja católica... fui curada e libertada mesmo... e tem uma frase que carrego comigo: NUNCA SINTA INVEJA DE UMA PESSOA, VC NÃO SABE O QUE ELA PASSOU PARA CHEGAR ONDE ESTÁ... e realmente... muitas pessoas podem falar de vc, invejar vc... mas não sabem o que vc teve que passar pra chegar onde está...
bjks e fique com Deus...

Juliana_Alves disse...

Nossa, que emocionante, chorei muito... vc mostrou que todos temos nosso trajeto de vida, nossas tragédias e nossas vitórias. Ando meio desanimada com a vida mas faço do scrap minha válvula de escape, minha terapia. Parabéns pela linda forma de contar a sua história, parecia que estava lendo um livro (vc é boa em escrever, hein), muito mais sucesso pra vc. Parabéns pela linda família (ela que nos mantem em pé)!!

Fabíola disse...

Carol apesar de não deixar cometários passo sempre por aqui e acompanho seus trabalho que são tudooooooooo de bom.
E pode acreditar todos tem sua história talvez um dia eu tenha esta coragem.... de simplesmente abrir a porta da minha vida.
Pois seu ato foi de coragem!!!
Lendo seu depoimento me identifiquei com você em alguns momentos e acredito do fundo do meu coração que vale apena investir, ter paciência e acreditar.
Espero a quase três anos por meus sonhos, eles parecem que começam a se realizar, mas se não for agora, vou continuar acreditando que VAI!!!
E vamos que vamos!!!
Beijo Queridona