Falando sobre viabilidade e construindo o conhecimento prático...

Com conhecimento e boa vontade é possível...
Na região onde eu vivia havia uma loja grande e cheia de funcionários. Eles vendiam parafusos de toda forma e tamanho que puder imaginar. Por esses e outros motivos que sou uma otimista de carteirinha. Acredito que tudo pode dar certo se conseguirmos dançar a música do mercado. (Apenas para reflexão).

Falando sobre a viabilidade
Na postagem anterior eu falei sobre a necessidade de conhecer sobre o "produto" que irá trabalhar. Falei das pesquisas de campo, sobre ler a reler tudo que estiver relacionado. Agora vou falar um pouco sobre a viabilidade de trabalhar com o seu produto no mercado. Mas tem isso? E como tem!!!! A grosso modo acabamos pensando em tudo com o mínimo de detalhes e quando vamos para a obra é que notamos o quanto é complexo todo esse processo.
Do ponto de vista de artesão é necessário avaliar os produtos que serão trabalhados, o custo de produção, o tempo que será dedicado para produzir, o espaço que vai precisar para colocar a mão na massa, público que será atingido, os contatos que irá precisar ter, o preço do produto final, a margem de lucro e a margem para reposição. Diante de todos esses fatores muito bem pensados você terá condições de decidir se a arte é um meio ideal de trabalho para a sua vida. Vamos tratar de tudo isso aqui aos pouquinhos... É assunto que não acaba mais!!!
Analisando na prática
Sei que existem milhares de teorias sobre tudo nesta vida mas sempre achei que vivenciando o que está sendo tratado é muito mais fácil de aprender. Pensando nisso a partir desse ponto vamos falar da teoria sim mas vamos colocar a mão na massa até para saber onde estarão suas principais dificuldades e dúvidas.

Construindo a base...
Lembram que pedi para providenciar um caderninho e neste caderno colocar a lista da arte que você escolheu e tudo que consegue desenvolver através dela? Pega o caderno!!! E se prepare pois vamos fazer um pequeno catálogo para que você tenha idéia do que seria a coisa toda acontecendo. Um pequeno catálogo não gera grandes custos e aprendendo a fazer o seu, quando resolver definitivamente trabalhar com arte, você poderá somente adicionar produtos e serviços e usar como mostruário para o seu futuro cliente. As informações que levantaremos no caderno irão nos trazer informações suficientes para fazer um mostruário com preço e tudo mais! Peço separado pois você não vai querer mostrar para um cliente um catálogo com os seus produtos com anotações sobre o custo que você tem para realizá-lo certo?

Estão com o caderno em mãos? E a lista que pedi já foi feita? hahaha só continuo as postagens se estiverem com tudo em ordem por aí kkkk! Fico aguardando os comentários aqui para postar o novo texto... rsrs Espero que gostem! Beijos da Carol

5 comentários:

Manunamoral disse...

Que deliciaaaaaaaaaa Carolzinha...tô adorando isso...

Caderno na mão e listinha feita....

Aoooo só esperando seu próximo post frozinha.

Sumemoooooooooo.

Bjotas sonoras.

Marília Lopes disse...

Prontinhoooo...lista feita!!!
Esperando por mais!!!rsrsrsrsr
Beijoooo

Valéria - Artes em Madeira disse...

Oi Carol to adorando essa novelinha... ta me ajudando com muitas dicas...nao veja a hora do proximo capitulo hehehehehe. Bjs e obrigada por compartilhar seus conhecimentos.

Nathália Amorim disse...

Olá Carol tô adorando tudo que vc tem colocado por aki, tem aberto mais minha mente e me ajudado a ver e perceber aspectos que ainda não tinha pensado.

Obrigada e espero ansiosa pelo próximo post.

beijo

Ah! Tô te seguindo.

Myrian disse...

Carol, perdi algumas aulinhas mais já estou providenciando meu caderninho com a minha listinha.....
estou adorando tudinho