Art Fulltime por Carol Soreli [Página de scrapbooking]

Olá! Hoje vou mostrar uma página que fiz. Estava super inspirada quando comecei porque estou em uma fase de enriquecimento cultural, tenho andado pelos museus, saindo para fotografar a cidade. Aqui em casa todo mundo trabalha muito, falta tempo para fazer tudo que temos vontade de fazer. Quando saio para visitar museus ou mesmo para fotografar, aquilo se torna mágico porque ora estou acompanhada do marido em alguma folguinha que arrumamos, ora estou com meu filho fazendo a maior farra na rua. Eu fotografo de um lado e dou uma máquina mais simples para o Caio fotografar também. Abaixo uma foto minha e do Caio na estação da Luz em São Paulo, depois que ele descobriu o temporizador a bagunça tomou conta das fotos.
Mais duas coisas me inspiraram. Uma se trata da cantora Adele, tenho escutado todos os dias. Ela fez dois álbuns com músicas que ela escreveu inspirada no término de duas relações amorosas que teve no decorrer dos anos. Apesar de ter um tom melancólico, aquilo é real, é sentimento puro. Vejam Someone Like you clicando aqui e percebam o sentimento que ela coloca na música, no final ela segura as lágrimas... e Rolling in the Deep aqui! Nesta última, ela descobriu que seu ex havia ficado noivo e estava enfurecida! Agora eu vou mostrar a página que fiz logo abaixo e contar um pouquinho da última tendência que me guiou neste projeto.
Sempre tive uma mania com as canetas, vivo rabiscando, riscando, desenhando igual criança do pré-escolar, pois meus desenhos definitivamente não são lá aquelas coisas, mas ainda sim eu curto essa coisa de usar caneta. Ganhei um livro de um sebo maravilhoso em São Paulo, o livro havia sido molhado com a chuva e a dona me deu porque sabe que eu olho e reaproveito tudo. Tem tanta gravuras, desenhos, caricaturas no livro que não estou conseguindo segurar a tesoura. No projeto acima, as imagens das mulheres são deste livro.
Acontece que só cortar e colar não anda sendo suficiente, então eu faço o molde de partes da imagem, recorto em papel de scrap e faço a colagem do papel de scrap em cima do objeto que está no desenho. Na figura acima, o sofá não era assim, eu fiz outro e fiz os riscos dele na caneta mesmo. As rosas abaixo do sofá, são de papéis de scrap. Também recortei e risquei tudo.
A saia da mulher na esquerda foi repaginada com papel de scrapbooking também e é incrível como eu gosto de fazer isto. O abajour da mulher no sofá foi recriado também. Assim, as imagens ficam mais com a minha cara, é um exercício criativo e tanto. O cartão que está escrito "O culpado de tudo" é o ingresso do Museu da Língua Portuguesa que está com obras do Oswald de Andrade até o dia 29/01/2012.
 Usei como base papéis para scrapbooking da Echo Park. Usei papelão rasgado e passei uma esponja com um pouco de tinta branco para dar esse efeito com a tinta. Se for arriscar fazer isso, tire o excesso de tinta da esponja viu? O meu óculos eu fiz em camadas, mandei revelar duas fotos iguais, apliquei a primeira foto e na segunda, eu recortei somente o óculos e apliquei fita banana para ficar "altinho". Por hoje é só! Espero que gostem! Um grande abraço da Carol!

6 comentários:

Paula Moura disse...

Demais, Carol!!!!!!
Fiquei com vontade de ir a um sebo e fazer essas experiências. É pura arte! Fantástico! Tô amando tudo isso.....

alzearte disse...

parabéns, adorei tudo, sebo são lugares cheios de história, e vc as transformou em scrap. bjs

Jaluza Scrap disse...

LIndo!!
Inspirador!!

Papeluxo Scrapbooking disse...

Carol, vc realmente começou o ano inspirada. Tá lindo! bjo.

Gabi Alberti disse...

Aiiii que liiindeza!! Arte pura!! Uma delícia de olhar chefinha!! Vc arrasaaaaaaa!! E essa mulher aí está muiiiito glamourosa!! rsrsrsr... Bjoooos

Sueli disse...

Q lindo, aprendi muito com este post, obrigada por nos ensinar.

Bjs